TRANSTORNO DE PERSONALIDADE NARCISISTA

A fascinação por si mesmo

 

Sou pecado confessado, sem culpa... abençoado!

Sou tudo o que quero ser... ainda que do lado errado!

Mell Barcellos

 

 

O que é o transtorno de personalidade narcisista?

Você já conheceu alguma vez uma pessoa que tem um conceito elevado de si mesma? 

 

Geralmente se trata de alguém que se mostra para os outros com superioridade, ao mesmo tempo em que exige um tratamento todo especial.

O transtorno de personalidade narcisista é um transtorno onde o sujeito apresenta um senso excessivo da própria importância. 

 

A manipulação ocorre bastante, com intuito de atingir interesses próprios.

 

O sujeito tende a não sentir empatia e a não se sensibilizar com as necessidades do próximo.

 

Porém, a pessoa precisa do “outro” para ter a validação de sua própria importância. Mesmo que isso lhe gere alegria ou prazer, nada garante que as pessoas à sua volta mostrarão admiração por ela, podendo acontecer a frustração nesse momento.

Mitologia grega e a relação com o transtorno de personalidade narcisista

Conta a história da mitologia grega, que Narciso era um jovem muito belo, que desprezava o amor das outras pessoas por ele. Até que um dia se viu refletido num espelho de águas cristalinas, não resistiu e se apaixonou por si mesmo. 

 

Narciso não comia, não bebia, apenas admirava sua imagem, e assim passou os últimos dias, até que morreu.

TRANSTORNO DA ANSIEDADE GENERALIZADA 

Conceitos - TAG

PSICOPATA

 

 Descubra como ele seduz  a vítima...

SÍNDROME DE PETER PAN

 

 O homem real que se acha ideal

Sigmund Freud usou a história de Narciso, para descrever a particularidade, que observava em algumas pessoas que apresentavam uma admiração excessiva por elas mesmas.

 

Hoje o narcisismo é catalogado e descrito dentro dos quadros de transtorno da personalidade. Veja mais...

TRANSTORNO DE PERSONALIDADE NARCISISTA

O transtorno de personalidade narcisista

Comportamentos mais comuns

 

Comportamentos mais observados - no transtorno de personalidade narcisista: 

  • Se percebe grandioso quanto a própria importância, por exemplo, se sente o máximo fazendo coisas que são comuns a qualquer outra pessoa;

  • Inquietação quanto a fantasias de poder, sucesso, beleza, amor ideal, inteligência;

 

  • Acredita fielmente que é raridade na face da Terra referente a capacidade que possui, e que somente pode-se ligar a outros também na mesma condição elevada;

 

  • Exigência de admiração exagerada;

 

  • Possui expectativa fantasiosa de receber um tratamento especialmente único, e que também tenha seus desejos atendidos;

  • Aproveita ao máximo de seus relacionamentos interpessoais, principalmente para concretizar os seus próprios objetivos;

  • Falta de empatia, pois não percebe as necessidades e os sentimentos das outras pessoas;

  • Sente inveja ou acredita ser alvo da inveja dos outros;

 

  • Existência proeminente de comportamentos arrogante.

O transtorno de personalidade narcisista

No cotidiano

       

        

Como é o indivíduo socialmente - no transtorno de personalidade narcisista?

Seus relacionamentos não são sólidos, pois é mais exigente do que executor.

 

Dificilmente compreende o outro, porque não se coloca na posição de olhar para esse, podendo deixar marcas de descaso e desolação àquele que passar pelo seu caminho. 

 

Os relacionamentos interpessoais podem ser constituídos de muita exploração. 

Ausência de solidariedade é persistente, entretanto se for para angariar coisas de seu interesse, essa pessoa pode fingir ter esse sentimento tão nobre.

Apesar de precisar da atenção constante e especial das outras pessoas, ela mesma não observa sua real condição.
 

Quando acontece desse sujeito encontrar alguém mais bem mais sucedido que ele, poderá sentir inveja.

Assim, sua vida é marcada por dificuldade no relacionamento interpessoal.

Como o indivíduo se sente dia a dia - transtorno de personalidade narcisista?

Esse indivíduo se comporta do jeito que bem quer, podendo ser ambicioso e egoísta.

 

Desejoso de fama, poder e riqueza, não se acanha em demonstrar uma pretensão alta.

 

Repele todo tipo de crítica, podendo se comportar de modo indiferente ou agressivo.

 

Essa pessoa pode sofrer de baixa autoestima, assim como também lhe pode ocorrer à depressão. 

"A verdade dói, mas também fortifica."

Maria Cristina S. Araujo

Essas pessoas com o transtorno de personalidade narcisista podem sofrer muito quando tiverem que lidar com as próprias falhas. Pois, nem sempre vão conseguir alcançar a altura de seus deslumbres - podendo nessa hora se deprimir.

Como o indivíduo é percebido pelo outro?

As pessoas geralmente se sentem incomodadas ao lidar com a característica narcisista desse sujeito. Desta forma, ele pode ser facilmente rejeitado. Pois, ninguém gosta de ficar bajulando, principalmente alguém que não causa fascínio.

 

O transtorno de personalidade narcisista provoca perdas e problemas ocupacionais para o seu portador. Podendo gerar insatisfação para todos os envolvidos. Assim, a vida dessa pessoa pode ser talhada por grandes desafios.

O transtorno de personalidade narcisista

Surgimento

 

 

Estudos têm mostrado que o diagnóstico para o transtorno de personalidade narcisista vem aumentando. Mas por que será? Alguns estudiosos citam a falha na educação da criança.

Na infância é comum que o comportamento da criança seja autocentrado, ela é exigente para aquilo que deseja e necessita. A criança grita, esperneia no chão, chora, faz birra - o intuito existencial dela é pela sobrevivência.

No entanto, os responsáveis por ela têm uma tarefa bem importante pela frente, que visa conscientizá-la para viver em sociedade. 

 

Os responsáveis, que muitas vezes são os pais, vão aos poucos ensinando sobre a importância da empatia, cidadania, altruísmo.

 

Hoje percebemos os pais tomando facilmente as "dores" de seus filhos, sem ao menos questionar o que de fato aconteceu. Não é difícil vê-los nas escolas, faltando com respeito com as pessoas que lá trabalham.

Embora, hajam pais muito conscientes e justos, existem outros que para defender a criança, que muitas vezes não tem razão, quebram as regras sociais e dão exemplos errados. É possível observá-los também,  discutindo com outros pais, com intuito de olhar apenas pela ótica do seu filho.

A emoção que é sofrimento, deixa de ser sofrimento no momento que dela formamos uma idéia clara e nítida!

Espinoza

Se os próprios responsáveis agem sem solidariedade e de forma narcisista, na mesma proporção ensinam seus filhos a exigirem todos os benefícios possíveis para eles mesmos, ainda que seja em detrimento alheio. 

Quero deixar claro que esta é apenas uma das frentes que explicita essa questão. Entretanto, existem outros estudos em andamento e outras posições.

TRANSTORNO DE PERSONALIDADE NARCISISTA

Como poderá ser o futuro dessas pessoas?

 

 

Como é o envelhecimento - no transtorno de personalidade narcisista?

A idade chega para todos, não é verdade? Se para muitos ter que lidar com a passagem dos anos não é nada fácil, para a pessoa que apresenta quadro de transtorno de personalidade narcisista também é complicado, ter que lidar com questões à respeito do próprio envelhecimento.

 

Se essa pessoa não desenvolveu na vida outra forma de se sentir preenchida existencialmente, é com o envelhecimento que ela vai perder uma das coisas que gosta muito "os atributos da juventude".  

 

Claro que toda pessoa pode envelhecer muito bem, se cuidando com saúde, fazendo boa alimentação; com a prática de atividade física, sendo atuante nas suas coisas, mantendo a mente sempre ativa. Enfim, é possível envelhecer com sabedoria, disposição e beleza.

 

No entanto, as pessoas com o transtorno de personalidade narcisista estão propensas a desenvolver depressão maior quando alcançam a meia-idade. 

Como ajudar essas pessoas?

Stephen Hawking além de ser um físico brilhante era um grande pensador. Certa vez ele disse: "As grandes conquistas da humanidade foram obtidas conversando, e as grandes falhas pela falta de diálogo".

Diálogo, empatia, entender o lugar do outro e de que forma é possível se relacionar com ele eficientemente, é um desafio para essas pessoas, porém é algo de grande valia.

Se você tem uma pessoa bastante querida ao seu lado com essas características, é importante que saiba que ela pode ter uma resistência forte em olhar para o próprio comportamento. Desta forma, tente mostrar os prejuízos na vida que ela vem alcançando.

Uma vez que o indivíduo com transtorno de personalidade narcisista lida mal com a rejeição, assim está  propenso à depressão, por exemplo.

Quando essa pessoa chega ao consultório de psicologia, ela geralmente tenta estabelecer uma relação com o terapeuta mostrando o seu próprio valor grandioso.

O terapeuta com muita sensibilidade e respeito precisa ser apto para mostrar o valor da empatia na relação com o outro. Auxiliando também essa pessoa a valorizar as experiências agradáveis no seu dia a dia. Assim como, orientando sobre a forma de lidar com as críticas, entre outras frentes e perspectivas...

"Abrindo os olhos" para a realidade, o sujeito se transforma e nunca mais volta à sua forma original!

Maria Cristina Santos Araujo
Psicóloga SP - 06/108.975