top of page

SÍNDROME DE BURNOUT 

O que é

Síndrome de Burnout o que é,  sintomas da síndrome de burnout, sintomas da sindrome de burnout, síndrome de burnout sintomas, sintomas de burnout, crise de burnout, transtorno de burnout, síndrome de burnout o que é, síndrome de burnout tratamento

"Quanto mais a sociedade exige que o indivíduo corresponda aos seus conceitos e ideias, menos eficientemente ele consegue funcionar."

 

Frederick Perls

 

 

Síndrome de Burnout o que é?

A síndrome de Burnout corresponde a um esgotamento mental e físico voltado ao mundo do trabalho, onde se faz presente por meio de sintomas. 

 

síndrome de Burnout quando está presente na vida de uma pessoa pode prejudicar a saúde e o desempenho de atividades laborais.

síndrome de Burnout impossibilita que o profissional trabalhe com o mesmo desempenho de antes, provoca adoecimento e também prejudica a vida social.

Possibilidade de estar próximo da síndrome de Burnout

 

  • Você trabalha horas a mais todos os dias?

 

  • Faz as refeições bem rápido - isto quando dá tempo?

 

  • Está levando tarefas para casa?

 

  • Sente-se injustiçado, não valorizado e com cansaço emocional?

  • Parece que o prazer pelo trabalho foi embora?

Se disse sim para ao menos uma dessas perguntas leia este artigo até o final ou compartilhe com alguém que você conheça!

Síndrome de Burnout - autoestima e o trabalho

O passo a passo que resulta na síndrome de Burnout é vagaroso e não é percebido facilmente.

 

"ter autoestima",  "problemas com autoestima",  "como ter auto estima", "aumentar a autoestima", "auto estima da mulher", "levantar auto estima", "como ter auto estima e confiança", "como ter autoestima alta", "autoestima elevada", "auto estima alta", "como ter uma boa autoestima", "psicorientacao", "como ter mais autoestima",  "elevar a autoestima",  "como ter uma boa auto estima",  "como ter autoestima"

AUTOESTIMA DA CRIANÇA

A influência familiar

"dizer não, aprenda a dizer não, saber dizer não, saber dizer não psicologia, não saber dizer não, dizer nao faz bem"

APRENDA A DIZER NÃO PARA AS PESSOAS

Vença esse problema...

"fobia, fobia social, tipos de fobia, fobia de altura, fobia especifica, fobia de agulha, fobia de lugar fechado, fobia de sangue, fobia de baratas, transtorno fobico"

MEDO OU FOBIA?

 

Conheça as diferenças

Atualmente, o número de pessoas que procuram atendimento médico e psicológico com sintomas da síndrome de Burnout é grande.

A autoestima fica afetada porque o profissional acaba não conseguindo dar andamento nas atividades com o mesmo rigor com o passar do tempo porque está adoecido. Há uma tendência dele se cobrar muito e por não conseguir atingir seu ideal a autoestima é afetada.

Com baixa autoestima o profissional acaba lidando com o dia a dia de forma mais esforçada e sem esperança de que as coisas vão melhorar, com isso a situação vai ficando cada vez mais difícil.

 

Inclusive se você estiver se sentindo pressionado pelo trabalho e estiver difícil lidar com tudo que vem acontecendo - entre em contato e marque terapia. 

Sintomas da Síndrome de Burnout

Síndrome de Burnout o que é,  sintomas da síndrome de burnout, sintomas da sindrome de burnout, síndrome de burnout sintomas, sintomas de burnout, crise de burnout, transtorno de burnout, síndrome de burnout o que é, síndrome de burnout tratamento

 

 

Sintomas físicos da síndrome de Burnout 

Dor de cabeça, insônia, falta de ar, tontura, tremor, dores musculares, problemas digestivos...             

Sintomas patológicos da síndrome de Burnout 

 

Depressão, transtorno de ansiedade...

Sintomas comportamentais da síndrome de Burnout 

 

Agressividade, isolamento, procrastinação...

Os sintomas podem ser os mais variados na síndrome de Burnout, no entanto, eles acontecem após um período de grande desgaste no trabalho. 

 

Síndrome de Burnout e as profissões

Síndrome de Burnout o que é,  sintomas da síndrome de burnout, sintomas da sindrome de burnout, síndrome de burnout sintomas, sintomas de burnout, crise de burnout, transtorno de burnout, síndrome de burnout o que é, síndrome de burnout tratamento

 

Setores mais afetados pela síndrome de Burnout

 

  • Aqueles principalmente que lidam com público: área da educação, da saúde...

 

  • Profissionais que sofrem muita pressão: vendas, marketing, artistas, operadores de telemarketing...

 

  • Áreas que exigem muita atenção e ação: engenharia, controladores de tráfego aéreo, policiais...

 

 

Aspectos que influenciam o aparecimento da síndrome de Burnout

  • Personalidade;

 

  • Ambiente de trabalho;

  • Problemas pessoais mal resolvidos;

  • Possibilidade de estar passando por outros problemas psicológicos;

  • Rede de apoio enfraquecida;

 

  • Salário...

     

Veja como o profissional chega a Síndrome de Burnout

Síndrome de Burnout o que é,  sintomas da síndrome de burnout, sintomas da sindrome de burnout, síndrome de burnout sintomas, sintomas de burnout, crise de burnout, transtorno de burnout, síndrome de burnout o que é, síndrome de burnout tratamento

12  Passos para o adoecimento - na síndrome de Burnout

  01 -  No começo, o profissional sente uma grande motivação e acaba atribuindo um valor tão alto ao trabalho que ocupa grande parte da sua vida;

  02 -  Relaciona o conceito que tem de si mesmo com o desempenho profissional. Momento no qual, surge o desejo de ser o melhor da área e de fazer tudo sozinho (acha que seu desempenho é melhor que dos outros); 

  03 -  Dedica-se muito, a ponto de desconsiderar suas necessidades básicas: almoçar; dormir; ir ao banheiro; tomar água; descansar; esquece da sua vida pessoal e se isola. Nesta fase ele também agrega muitas tarefas, ou se torna um alvo fácil para depositarem nele muitas atividades (o trabalho se torna ele);

  04 -  O profissional percebe os problemas crescendo, e fica aflito por não conseguir resolver todos, mas acredita que se houver mais esforço da sua parte certamente conseguirá. Nesse momento, ele nega a existência da síndrome de Burnout

  05 -  Nesta fase o profissional percebe que não está conseguindo "ser quem ele gostaria". Se cobra muito, principalmente porque está difícil fazer tudo sozinho. Aqui ele começa a tomar consciência de seu real estado;

  06 -  Os sintomas do esgotamento físico e mental começam a se intensificar;

  07 -  O profissional se sente fraco, incapaz e com baixa autoestima. Começa a evitar o contato com as pessoas e com os canais de comunicação da empresa (e-mail, mensagens, telefonemas). Também se esquiva de reuniões, se tornando mais recluso;

  08 -  Ocorre aqui a despersonalização: um quadro onde o sujeito sente que não é ele mesmo, em alguns momentos tem a sensação de que está fora do corpo;

  09 -  O profissional fica sensibilizado às críticas dos outros, sugestões e brincadeiras de modo geral. Ele responde na maioria das vezes sem ser assertivo. Podendo nesta fase, se envolver em conflitos com colegas de trabalho;

 10 -  Neste estágio a pessoa já está se sentindo muito mal, talvez questionando a razão da própria existência. Muito entristecida acredita que não adianta fazer mais nada porque a vida não faz sentido;

 11 -  Mente e corpo adoecidos -> síndrome de Burnout instalada.

 

 12 -  Risco à vida - a pessoa precisa buscar ajuda médica e psicológica, às vezes, também jurídica por conta da necessidade de afastamento do trabalho ou relação abusiva que está sofrendo.

É possível chegar nos sinais de esgotamento sem perceber? 

Mesmo um profissional mais experiente pode chegar ao quadro de síndrome de Burnout achando que está tudo bem e que o problema é apenas ele mesmo.

Como podemos observar: o início é marcado pelo desejo de realização profissional, em um segundo momento o profissional deixa de fazer as coisas básicas para a própria sobrevivência, até se despersonalizar - ficando doente.

Com a síndrome de Burnout instalada a pessoa já está tão exausta que seu rendimento não é mais o mesmo. Ela percebe que todo o seu esforço não é visto e nem valorizado pelos superiores, correndo o risco de perder o emprego, por exemplo.

Depois que se instala a síndrome de Burnout para o profissional manter o equilíbrio na vida e o rendimento no trabalho é muito difícil, não é raro ele precisar se afastar por ordem médica.

síndrome de Burnout não está relacionada com sua capacidade e nem desempenho profissional, pois pode acontecer até mesmo com os mais experientes.

 

Se cuide, entre em contato e marque uma terapia psicológica.

Situações que levam a síndrome de Burnout

Síndrome de Burnout o que é,  sintomas da síndrome de burnout, sintomas da sindrome de burnout, síndrome de burnout sintomas, sintomas de burnout, crise de burnout, transtorno de burnout, síndrome de burnout o que é, síndrome de burnout tratamento

Atributo de significância

 

É muito comum no sistema capitalista ser dado ao profissional um senso de significância, onde ele passa a sentir que tudo depende dele, o setor, a empresa.

É possível ver este profissional dizendo que não pode faltar no trabalho mesmo que esteja doente ou que esteja sofrendo com alguma situação pessoal grave. 

 

É como se na sua ausência o trabalho fosse parar. Mas isso não é verdade porque na ausência dele sua vaga é preenchida por outro.

 

Por ser atribuído um grau de importância ao profissional, ele poderá sentir que deve alguma coisa e então, poderá trabalhar ainda mais - chegando a síndrome de Burnout.

Relações abusivas no trabalho​

 

Existem empresas, colegas de trabalho e gestores tóxicos que vão se usar de manipulações para extrair o máximo de trabalho dos bons profissionais.

Tais pessoas tóxicas são especialistas em enxergar os profissionais mais capazes, os que mais precisam do trabalho, os mais responsáveis - com intuito de adquirir vantagens.

Eu costumo dizer que se para alguém está muito fácil a execução da tarefa é porque para outro está muito difícil. Os profissionais mais potentes é que sabem o quanto de carga às vezes têm que carregar, e para esses eu digo: "Tomem cuidado meus queridos!"

Necessidade financeira

Sabemos que em nosso país conseguir um trabalho pode ser difícil, ainda mais em setores saturados, não é mesmo?

Também existe uma desigualdade social que deixa claro que as boas oportunidades não estão disponíveis para todos. Sendo assim, uns têm que se esforçar mais que os outros.

Dentro deste cenário, pessoas que estão passando por dificuldades financeiras ou que precisam muito do trabalho ficam numa situação em que existem poucas ou nenhumas escolhas. 

Para garantir o trabalho se intensificam em suas tarefas podendo chegar ao esgotamento. O mais difícil é saber que algumas empresas e outros profissionais se usam desta situação para tirar proveito.

Personalidade 

Algumas pessoas têm um ideal de ser um profissional ou de executar as tarefas do trabalho como ela imagina que os outros desejam. E então, se esforçam demais, mesmo que não haja ninguém solicitando isto, mas em seu universo existe um receio de que algum dia as coisas podem dar errado.

Geralmente acreditam que não fazem o suficiente que deveriam, também se acham incapazes de execução laboral, se sentem inadequadas.

 

O profissional acredita que fazer as coisas sozinho é melhor do que com a ajuda dos outros. Assim, vai se sobrecarregando de tarefas até se esgotar.

 

São pessoas que geralmente também sentem muita culpa, e procurarão não errar ou não deixar meios para serem criticados. Com isso, trabalharão muito ou poderão refazer a mesma tarefa várias vezes. 

Se você se percebe com os sintomas da síndrome de Burnout entre em contato e marque sessão de terapia presencial em São Paulo - SP.

Tratamento para Síndrome de Burnout

Síndrome de Burnout o que é,  sintomas da síndrome de burnout, sintomas da sindrome de burnout, síndrome de burnout sintomas, sintomas de burnout, crise de burnout, transtorno de burnout, síndrome de burnout o que é, síndrome de burnout tratamento

Prevenção a síndrome Burnout

  • Agregando um estilo de vida mais saudável;

 

  • Praticar atividades físicas;

  • Descansar no momento apropriado;

  • Procurar fazer coisas que geram satisfação;

 

  • Ter uma boa alimentação;

 

  • Procurar fazer prevalecer à qualidade de vida e do bom humor;

  • Desenvolver relacionamentos com pessoas empáticas;

  • Respeitar os horários de fazer as coisas no que se refere ao trabalho quanto as necessidades básicas;

  • Procurar um bom médico para fazer exames de rotina;

  • Fazer terapia quando necessário.

 

Toda vez que digo NÃO para a vida, eu contrario o meu destino.

Nessa teimosia, é que quase certo que irei lamentar o que não fiz.

E é aí que a gente aprende que a vida não precisa ser compreendida: só vivida!

Mell Barcellos

Apoio jurídico

Muitos profissionais com os sintomas da síndrome de Burnout ficam sem condições de trabalhar, e precisam procurar orientações de um advogado.

Antes de tomar decisões sem estar em condições é melhor procurar ajuda de um especialista para saber como proceder. 

Ficar noites acordado e dias pensando no pior que pode acontecer é tão assustador quanto a síndrome de Burnout, por esta razão procurar as informações certas podem te render momentos de esperança e equilíbrio que você tanto precisa para recuperar a saúde.

Tratamento de saúde

Na maioria das vezes em que atendo como psicóloga pessoas com sintomas da síndrome de Burnout  também indico um psiquiatra, porque geralmente elas chegam com comorbidades (depressão, sintomas de pânico, ansiedade).

 

A psicoterapia é importante realizar para que a pessoa possa entender melhor aquilo que se passa com ela, também consiga buscar novas estratégias, atinja seu equilíbrio novamente, recupere sua autoestima e autoconfiança.

 

A síndrome de Burnout é algo sério, pois vários profissionais no auge do problema podem ter ideações suicidas.

 

Síndrome de Burnout tem cura?

 

A síndrome de Burnout tem tratamento e as respostas são promissoras.

 

A pessoa que sente os sintomas da síndrome de Burnout precisa se cuidar.

 

Como psicoterapeuta acredito que não é ruim pensar na carreira e investir no trabalho, mas tudo tem um limite. 

Os sintomas que são comuns nas patologias, nas síndromes e nos transtornos, nos mostra que a natureza  faz o papel de apresentar o desequilíbrio do corpo e da mente para que a pessoa busque ajuda e mude algumas estratégias.

Além de procurar um profissional para se tratar, trabalhar com a prevenção é um ótimo caminho para todo aquele que sente os sintomas de Burnout. Assim, também é importante conversar com pessoas experientes e com empatia que não vão te julgar, mas vão procurar te entender com a mente aberta.

Falar sobre o problema pode te ajudar a ver as coisas por outra perspectiva, porque às vezes não percebemos a forma que estamos e como fazemos as coisas.

"Abrindo os olhos" você compreende que a felicidade anda ao lado da responsabilidade de procurar viver bem!

Maria Cristina Santos Araujo
Psicóloga SP - 06/108.975  

WhatsApp

bottom of page