A ESCOLHA PROFISSIONAL DO JOVEM

Como fazer dar certo mesmo diante dos conflitos?

A história pessoal determina quem você será?

Desde pequenos estamos acostumados a fazer escolhas, mas em dado momento nos deparamos com a decisão profissional a ser tomada e também com a indecisão.

 

Na adolescência acontece inúmeras mudanças, tanto física quanto psicológica.

Embora a maturidade seja confundida com o desenvolvimento físico, não significa que certa pessoa ao atingir determinada idade estará pronta para escolher a profissão. Embora também, não poderá ficar indecisa a vida inteira.

Ainda que a história pessoal tenha certa influência, e, o meio social promova as oportunidades que um jovem terá na vida, ainda assim, ele é capaz de trilhar o seu próprio caminho.

A ESCOLHA PROFISSIONAL DO JOVEM

Como o jovem pensa?

O jovem não idealiza a profissão em si, como ser médico, advogado, engenheiro, matemático. Entretanto, qualifica os atributos advindos do trabalho, como ter dinheiro, se tornar importante, ser reconhecido, poder comprar um carro, morar bem...

 

Por estar em busca da própria identidade, muitas vezes fica confuso, e pode não ver as coisas com tanta clareza. Por outro lado, a sociedade também contribui para isso. Pois é ela quem valoriza o status da profissão e, com isso dificulta ainda mais a reflexão sobre o que escolher, que caminho seguir e o que fazer.

O jovem fica num conflito em seguir aquilo que quer, ao mesmo tempo se cobra para não decepcionar sua família.

 

Ter bom desempenho numa matéria escolar é sinal de que sua profissão é aquela?

      

Na escola os jovens já mostram preocupações com a escolha da da profissão.

A ESCOLHA DA PROFISSÃO 

Não tenha medo de escolher

COMBATENDO O ESTRESSE NOS ESTUDOS 

Ativa a memória e facilita o processo de aprendizagem. Dicas...

A ESCOLHA DA PROFISSÃO - Sucesso na Carreira

 

Dicas importantes...

Geralmente na escola as matérias em que os professores proporcionam práticas profissionais, despertam maior interesse. Enquanto que outras por não se saber onde aplicar o conhecimento provocam recusa, mesmo por aqueles que têm habilidades para desenvolvê-las.

 

Ser bom numa matéria não é suficiente para fazer a escolha da profissão, mas é algo a ser considerado e analisado dentro do processo de Orientação Profissional.

Quais influências estão presentes

na escolha profissional?​

A ESCOLHA PROFISSIONAL DO JOVEM

 

Algumas influências

  • Família;

  • Situação econômica;

  • Valorização de algumas profissões;

  • As oportunidades que a classe social poderá fornecer;

  • Interesses;

  • Aptidões;

  • Mercado de trabalho...

Orientação Profissional pode fazer toda a diferença na escolha profissional

 

Hoje o que acontece no Brasil é a falta de profissionais nas escolas públicas para orientar os jovens, algumas escolas particulares e cursinhos oferecem, mas são poucos.    

Geralmente a orientação na escola é feita no último ano do ensino médio, onde o jovem mostra mais interesse.

 

Algumas instituições de ensino fazem o trabalho de Orientação Profissional, conduzindo os alunos em visitas a universidades, feiras, mas só isso não é suficiente.

O que vem acontecendo ultimamente é: a busca desses jovens por profissionais que oferecem o serviço de Orientação Profissional de forma mais individualizada. Pois muitas vezes, o trabalho que é feito na escola não atinge de forma satisfatória à todos.

A era da informática também disponibiliza testes vocacionais pela internet, mas que não foram analisados e nem liberados pelo Conselho de Psicologia, deixando em desconfiança sua eficácia.

 

É preciso muita cautela quanto a testes de internet. No consultório, por exemplo, quando eu utilizo teste psicológico não o considero sozinho, mas componho com uma série de outros elementos também.

É muito errado usar qualquer teste como "material que serve apenas para dar uma resposta". A escolha profissional é um ato de reflexão e de autoconhecimento, e o teste psicológico compõe esse processo.

A ESCOLHA PROFISSIONAL DO JOVEM

Vocação

 

O número de jovens que desistem da vocação é semelhante talvez, ao número de pessoas descontentes na profissão que atuam.

Maria Cristina S. Araujo

Antes de tomar uma decisão, o jovem deve se informar bem. Caso venha a sentir que é necessário auxílio, deve procurar um orientador profissional. 

Vale ressaltar que hoje são oferecidas muitas opções de carreira, aumentando ainda mais a problemática.

A Orientação Profissional tem como objetivo criar condições para que esse jovem se sinta seguro para fazer a escolha ideal.

A escolha da profissão não acontece quando "se acha que sabe”, mas quando você encontra respostas para suas verdadeiras perguntas.

"Abrindo os olhos" se encontra o melhor caminho. Qual é o melhor caminho? É aquele que te leva ao encontro de você mesmo!

Maria Cristina Santos Araujo

Psicólogo SP - 06/108.975