COMBATENDO O ESTRESSE DURANTE OS ESTUDOS

Vestibular/Concurso Público

Aproveite melhor sua mente

Estresse, palavra esta que faz parte da vida de várias pessoas, também não é diferente na vida de um jovem durante os estudos.

Todos nós queremos ter uma memória saudável, articulada, que funcione adequadamente a qualquer instante e em qualquer situação. Entretanto, algumas medidas são necessárias para manter o cérebro em bom funcionamento.

​Os sinais do estresse podem ser vários, desde uma tensão muscular a horríveis dores de cabeça, mudança no humor e alterações na memória. ​

 

Quando se está sobre forte pressão, e existem sintomas nos quais os médicos não conseguem encontrar explicações, poderá ser o estresse, já dando sinais de sua existência.​

 

O estresse é desagradável, pois altera o modo de viver de uma pessoa, criando obstáculos em coisas que não eram para ter.

 

Os sintomas é a forma do organismo comunicar que algo não está bem, e, que precisa ser melhorado.

Aproveite melhor sua mente diminuindo o estresse!

De que forma o estresse pode te trazer benefícios?     

Na forma forma positiva, o estresse é benéfico. Contudo, na forma negativa poderá prejudicar o organismo, inclusive pode influenciar na memória.

Se você estiver numa situação que envolva risco, o estresse poderá lhe ajudar muito. Por exemplo, vamos supor que você esteja numa floresta, precisando fugir de algum animal feroz, os hormônios do estresse o ajudará a correr mais ligeiro.

ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL - O que é?

É um processo que poderá evitar erros. Saiba mais...

A ESCOLHA PROFISSIONAL DO JOVEM 

Como fazer dar certo...

ESTRESSE

 

O inimigo silencioso

O estresse em boa dose gera energia, que facilita e potencializa a tomada de atitude.

 

Contudo, a mesma tensão que serve para preservar a vida, pode ser prejudicial, se estiver percorrendo no corpo, por longo tempo, e ainda sem finalidade.

 

O estresse acrescido de ansiedade, insegurança e preocupação - num momento de pressão - como ocorre no dia da prova do vestibular ou de concurso público, por exemplo, poderá causar falhas na memória, fazendo surgir os “brancos”. 

Contudo, o estresse num bom grau pode melhorar o desempenho cognitivo.

Atitudes para redução de estresse

durante os estudos

Algumas medidas necessárias

 

O estresse pode impactar a atividade cerebral de qualquer um - inclusive de um jovem.

O estresse pode ser reduzido perante a conscientização e mudança de atitude.

O cérebro gosta de informações, principalmente de um novo aprendizado, mas fica sobrecarregado quando se exagera demais - sem tomar os mínimos cuidados.

Pesquisas mostram que o nível elevado de estresse prejudica a parte do cérebro relacionada ao aprendizado e a tomada de decisão. 

 

Quando ocorre muito estresse, a criatividade fica bloqueada, é como se o QI diminuísse também em curto espaço de tempo, tornando possível uma pessoa estudar um, dois, três anos, mas na última hora não se lembrar de nada. 

 

O jovem percebe o estresse quando, por exemplo, esquece rapidamente o nome de uma pessoa que acabou de conhecer, quando não consegue compreender um assunto que antes ele fazia com mais facilidade.

Foco no presente é extremamente importante

​Muitas vezes, as pessoas ficam preocupadas com tantas coisas a serem feitas, e deixam de aproveitar o momento presente.

 

O coração dispara, uma angústia no peito declara que não se tem tanto tempo assim para conseguir estudar. 

Preocupação com o futuro é comum à todos. Porém, deixar de focar no presente, projeta o sujeito no futuro, muitas vezes negativo, onde coisas poderão ou não acontecer. Ao entrar na ansiedade, essa pessoa tende a se dedicar menos e a se preocupar demais, podendo causar estresse.

 

Ou você se compromete com o objetivo da vitória ou não.

Ayrton Senna

O estudante precisa valorizar cada minuto que tem. A preocupação é importante para que ele se norteie sobre o que deve priorizar. Porém, em demasia, leva a quadros de ansiedade, prejudicando os estudos.

É importante que também, que o sujeito separe um momento para descansar.

 

Cada coisa deverá ficar no seu devido lugar; hora para o descanso; hora para os estudos. Se isso não for feito, o estresse poderá surgir.

Mantenha sua mente em ação

Nossa atividade cerebral gosta de se manter aquecida com um novo aprendizado.

 

Faça um cronograma para os estudos se possível. Não se esqueça de separar um tempo para atividades livres, geradoras de bem-estar.

Se o tempo for bem distribuído, as chances de sobrecarregar o cérebro serão menores, potencializando assim, a capacidade cognitiva.

​O estresse em quantidade elevada dificulta a retenção de informações. ​Você poderá fazer o melhor cursinho, ter os melhores professores, mas com a mente sobrecarregada e com seu corpo cansado, sofrendo nível alto de estresse - não será devidamente proveitoso.

Quanto maior o estresse, maior será o esforço para estudar. Em ano de vestibular ou de concurso público, ficar com a mente saudável é imprescindível.

Movimente seu corpo para diminuir o estresse

Você já deve ter conhecido pessoas que falam assim: "Vou fazer uma caminhada para distrair", "Nadar um pouco me relaxa", "Musculação  ajuda a sossegar minha mente".

 

Pode soar estranho fazer atividade física para descansar, mas é o que acontece!

​Quando estamos no cotidiano, exercendo nossas atividades, muitas vezes sentimos o corpo pesado, com tensão. Quando saímos de um ambiente que sufoca, mesmo que em atividade física, existe algo que traz descanso mental (que é a ausência da pressão psicológica). Além disso, ocorrem as liberações de hormônios, que fazem bem ao organismo e ativam a memória.

 

Além disso, na prática de atividade física, você poderá aprender a lidar com a respiração, e isso é muito importante em caso de ansiedade, que inclusive pode aparecer na hora da prova. 

Às vezes, o aluno não ficou só nervoso no dia da prova, ocorre que a situação onde envolveu a ansiedade vem acontecendo durante meses.​ Por isso, é importante lembrar que as atividades físicas criam um padrão de respostas hormonais que atuam contra o estresse.

Qual atividade física posso fazer? 

 

Seria importante que todas as pessoas fizessem regularmente atividade física, com acompanhamento profissional, principalmente no início.

 

​O ideal seria a realização de pelo menos três vezes por semana. 

Pesquisas já comprovaram que a atividade física além de manter o corpo mais saudável, também ajuda na memória, além de aliviar o estresse - muito comum em tempos de prova.

Em um estudo sobre os benefícios dos exercícios físicos, pesquisadores da universidade de Ohio - EUA, observaram que a pratica de pedalar bicicleta aumenta os processos de atenção, memória e concentração.

Ficou também comprovado que o sujeito praticante de atividade física apresenta reflexos mais rápidos, como o pensamento, por exemplo, em relação a outras que não praticam nada.

Atividades aeróbicas também têm um importante papel. Estudos mostram que sua prática atua nos efeitos da memorização e no desempenho cerebral geral.

Se você é daqueles que não gosta de uma academia, procure fazer atividades que lhe traga satisfação pessoal, caso contrário facilmente poderá se desmotivar e parar.

Coisas que fazem toda a diferença na sua vida

 

Durante os estudos não esqueça também de fazer alongamentos. Procure ficar numa postura adequada, para não forçar a coluna e nem outra extremidade do corpo.​

Se alimente bem, beba água, durma o suficiente, descanse, tenha momentos de lazer, fique ao lado de pessoas que te faça bem e que acreditam no seu potencial.​

Cuide do seu copo, que a sua mente será um reflexo daquilo que você faz!​​​

"Abrindo os olhos" você aprende que o caminho para o sucesso é cheio de atitudes"

Maria Cristina Santos Araujo

Psicóloga SP - 06/108.975