PESSOAS DIFÍCEIS

Aprenda a lidar com elas

Mais uma pessoa arrogante no seu caminho

Você já deve ter visto por aí, uma pessoa de nariz empinado, mandona, cheia de razão? Para alguns, esse tipo de sujeito pode causar medo, para outros desprezo ou estranheza.

Mas você já parou para pensar, que muitas das coisas que acreditamos ser, às vezes passa longe daquilo que verdadeiramente é? Sabia que essa pessoa que se mostra arrogante, pode sofrer de baixa autoestima?

Por que temos a tendência de nos afastar de pessoas difíceis?

 

Quem nunca teve que lidar com alguém de personalidade bem difícil? Não é fácil à primeira vista. Porém, existem momentos em que é necessário se relacionar com todos. 

 

O ser humano tem um sistema de defesa, onde uma coisa que provoca desequilíbrio é visto como "perigoso". Esse funcionamento serve para autopreservação. Todavia, fazemos esse controle o tempo todo, mas não percebemos.

 

Tudo aquilo que provoca intimidação ou temor, por exemplo, o selfie interpreta como situação desfavorável, no qual precisa ser expulso, tanto pela fuga (interrupção), quanto pelo contato (aniquilação). O contrário não acontece com pessoas amistosas, que inclusive favorece o nosso bem estar, trazendo experiências maravilhosas.

 

Gostamos daquilo que é igual a nós, mas nos afastamos daquilo que é oposto. Muitas vezes, o que não gostamos em alguém, pode refletir numa característica nossa, no qual também não gostamos ou precisamos trabalhar mais. 

BAIXA AUTOESTIMA - No relacionamento amoroso

Veja o que acontece quando você se diminui...

SÍNDROME DO IMPOSTOR

 

O medo de ser descoberto

SOLIDÃO

 

Medo de ficar sozinho

Arrogância às vezes pode ser só fachada

Quando você se deparar da próxima vez com alguém arrogante, e, isso pode ser no trabalho, família, vizinhos, reflita se não há algo por trás daquela máscara?!

 

A máscara pode estar sendo usada para esse indivíduo se proteger do mundo, e se há necessidade de mantê-la é porque existe uma fraqueza por trás.

Às vezes, por trás da máscara se esconde uma pessoa maravilhosa, que vale a pena conhecer, mas outras vezes não é assim que acontece.

Alguém difícil de lidar é um desafio, porque facilmente tira a paciência, até mesmo daquele sujeito mais calmo. 

O desafio de lidar com pessoas difíceis

Pessoas difíceis – Psicologia

 

Comunicação inadequada

Algumas pessoas difíceis de lidar têm dificuldade na comunicação, e isso, se expressa na pouca empatia em suas relações sociais.

Outra característica comum é o medo de receber crítica, que o sujeito pode apresentar. Assim, se coloca de forma menos acessível ao mundo. Não dando espaço para que o outro se aproxime. 

Mesmo que não esteja intimamente ligado à ninguém, essa pessoa pode sentir os efeitos da solidão.

A verdade escondida

 

"Aquilo que você tenta ocultar deixa tudo muito claro".

Carl. G. Jung

Ciúmes excessivos

 

Um sujeito difícil de lidar e sem autoestima pode ter crises de ciúmes. Se algo o incomodar, ele pode  expressar por meio de atitude explosiva ou com indiferença - que é capaz de incomodar qualquer um.

 

Se esse sujeito não falar nada, certamente se corroerá por dentro. Acumulando fatos, para uma provável explosão de nervos no futuro. Assim como também, pode atuar inadequadamente com uma outra pessoa,  que não nada com a história.

Pessoas difíceis de lidar, conseguem alcançar em pouco tempo antipatia geral. Suas relações sociais tendem a ser estabelecidas pelo "poder ou medo" que provoca sobre as outras pessoas.

Como lidar com alguém que não gostei?

Pessoas difíceis – Psicologia

O relacionamento com uma pessoa que a princípio você não gosta, vai depender do lugar que ela vai ocupar em sua vida. 

Tente se aproximar aos poucos dela, e, perceba se de fato ela é tudo isso que você observou. Se mesmo assim, for muito difícil manter essa aproximação, se afaste e analise o que esta pessoa tem que te incomoda tanto? 

Se você não conseguir deixar de sentir incômodo, respeite seus sentimentos, porém, procure tratá-la com respeito e educação.

Observe essa pessoa um pouco mais, mesmo que seja à distância, e veja se existe alguma simpatia por algo que ela faz. Tente focar nos pontos positivos dela. 

Olhe também em volta de você, analise como ela se comporta com outras pessoas. Será que é só você que sente isto por ela?

Se ela te causa intimidação, trabalhe sua autoconfiança e seu autovalor, pois não era para você sentir isso na presença de alguém. Você concorda?

 

Procure não se aproximar dela com medo, muito menos com antipatia. Pois, as pessoas costumam perceber quando não gostamos delas, tornando mais difícil a convivência.

Se for possível, estabeleça um diálogo claro e respeitoso sobre as diferenças que existem entre vocês, isso pode ser revelador. 

Significado de empatia

 

"Empático é ver o mundo com os olhos do outro, e não ver o nosso mundo refletido nos olhos dele."

Carl Rogers 

Caso não seja possível você se relacionar com essa pessoa, se afaste. Fale o suficiente, não tente forçar a situação, porque não fará bem, nem para você e nem para a outra parte. Contudo, não tente destruí-la, pois isso só fará mal a você.

É muito fácil para todos nós lidarmos com pessoas amáveis, mas é no oposto que encontramos os grandes desafios e também nossas valiosas experiências.

Existe sofrimento por trás da rejeição social

Uma pessoa difícil de lidar pode até acreditar que é muito legal com todos, porém, age geralmente de forma oposta a isso.

A amizade para acontecer precisa de simpatia, cuidado e respeito para com o outro - coisas que essas pessoas às vezes deixam de fazer. 

Uma pessoa difícil de lidar pode não entender porque os outros se afastam dela ou porque não têm amigos. Ela daria um passo muito maior, caso se abrisse para entender como o próprio comportamento afasta as pessoas de perto dela.

Viver uma solidão involuntária não é nada fácil para elas. 

 

Imagine, você indo almoçar todo dia sozinho? Ao se aproximar dos colegas de trabalho, por exemplo, percebe que encerram o assunto ou ficam em silêncio. Imagine também, observar várias postagens nas redes sociais de encontros em que nunca foi convidado? Isso pode ser muito triste!  

Muitas dessas pessoas não têm consciência do comportamento inadequado contra o outro, pois estão na defensiva de que o problema está no outro.

Reflexão

 

"Seja inato ou adquirido, o comportamento é selecionado por suas consequências."

B. F. Skinner

Se você se sente desprezado, procure conversar sinceramente com aqueles mais próximos, e veja se existe algo que seja possível mudar. Observe como estão os sentimentos dentro de você. Se há dor em demasia ou dificuldade para se relacionar, procure um profissional para te ajudar a vencer isso.

Se você precisa se relacionar com alguém difícil de lidar, procure ter consciência de quem você é de verdade. Não deixe que uma outra pessoa faça você se sentir mal consigo.

 

"Abrindo os olhos" você percebe que ser feliz, é o que mais importa!

Maria Cristina Santos Araujo

Psicóloga São Paulo - 06/108.975