SONHOS DE UMA PESSOA

Sem autoestima

 

Muita ilusão e pouco resultado

 

Vivemos no mundo fazendo contato, realizando coisas, agindo. Porém, algumas pessoas lidam com a vida de forma mais conflituosa e insegura.

 

Muitas usam o recurso de fantasiar, assim diminuem o ritmo de conscientização ou de contato com a própria experiência. Interrompem elas mesmas, influenciando em áreas importantes da vida que dependem de atuação direta.

 

Pessoas que fantasiam muito, provavelmente estão vastas de medos e de situações inacabadas.

 

Pode se tratar também, daquele sujeito que testemunha os outros indo para frente, enquanto ele fica  parado, com dificuldade para crescer.

Comportamento de autossabotagem

Toda pessoa que não tem boa autoestima deseja um dia se sentir bem com ela mesma.

Em sua vida, sonha estar numa situação diferente, enquanto o presente passa a escorregar entre seus dedos. 

   

Ter objetivo é tão comum, mas aquele que não tem autoestima aspira alcançar a lua.

Quanto menos atitude para ação uma pessoa tiver, mais sonhos provavelmente ela terá, principalmente envolvendo fortes aspirações, assim, ela repete a autossabotagem.

 

Por quê algumas pessoas sonham demais?

Digamos que o processo criativo do sujeito tentará se ajustar, com intuito de que aconteça o equilíbrio no organismo. Porém, nem sempre será com  eficiência, podendo ele "sonhar demais e fazer de menos", por exemplo.

AUTOSSABOTAGEM

 

Conceito e dicas....

AUTOCONHECIMENTO 

Dicas de como desenvolver...

APRENDA A DIZER NÃO PARA AS PESSOAS

Vença esse problema...

Pode também acontecer, do indivíduo buscar a estratégia da ilusão, porque está muito frustrado e, de não conseguir lidar com o problema momentaneamente para resolvê-lo.

 

Alguém com baixa autoestima também tenta ficar bem, mesmo que seja de um jeito nada convencional. Podendo, por exemplo, ocorrer na busca sucessiva de aprovação, culpando ele mesmo, sonhando demais e realizando de menos, sendo perfeccionista, não terminando as coisas...

     

Com baixa autoestima, o sujeito não acredita que coisas boas podem acontecer, muitas vezes ele deixa de agir por não acreditar na mudança positiva.

Veja o resultado de quem sonha demais

 

 

Pontos negativos de viver fantasiando muito 

 

A imaginação produz possibilidades de ação, de expressão e de alegria - para aquele que no mundo real não consegue viver nada disso.

 

Quando a imaginação se torna aliada a ação, essa mistura pode ser maravilhosa. Mas quando a fantasia é excessiva, o modo "não operante" provoca uma estagnação na vida do sujeito.

 

Às vezes esse sujeito sabe o que precisa fazer, tem ideias, conhece o processo, mas não faz. Entra, num modelo de autossabotagem. Vejo muito isso acontecer na clínica psicológica, e os motivos apresentados pelas pessoas são os mais diversos.

Pontos positivos da fantasia

A fantasia é benéfica em determinado momento do desenvolvimento humano, como na fase infantil. Quando já somos adultos, de vez em quando temos que ir para o imaginário, com intuito de dar um tempo para recuperação, e assim possamos lidar melhor com as vicissitudes da vida.

Fritz Perls, expoente da Gestalt-terapia, propriamente fala: "Nem todo contato é saudável, nem toda fuga é doentia". Precisamos fazer contato em alguns momentos e nos afastar em outros.

Mas, o problema ocorre quando o presente fica comprometido pela falta de atitude, porque o sujeito apenas sonha e nada realiza.

 

Quantas vezes você já listou as coisas que mais ama: família, filhos, viajar, estudar, brigadeiro, sol, praia, mais isso, mais aquilo, porém, deixou de fora o que deveria constar em primeiro lugar nesta lista: Você!

Mell Barcellos

Quando se chega ao ponto de apenas sonhar e de nada fazer à respeito - a frustração é imensa.

               

Entretanto, para algumas pessoas ficar mais tempo no plano da fantasia é menos arriscado, do que  enfrentar o mundo real. Isso produz uma satisfação momentânea, por outro lado, se distância da verdadeira felicidade, porque ela acaba atuando menos.

Coisas que podem ajudar a mudar

As fantasias da baixa autoestima

 

 

Como ter mais atitude?

 

Para realizar os objetivos e satisfazer as necessidades que cada um está sujeito a passar, é importante ter uma estrutura que sustente o sujeito a se apoiar nele mesmo, isso é o auto suporte, como o próprio nome já diz.

 

Para que se possa ter uma vida melhor e estar mais forte para enfrentar os problemas, é preciso que haja uma conexão interna, assim como é ideal que o sujeito se relacione bem com o ambiente. Quando uma pessoa faz a junção disso tudo, se torna mais consciente e propensa para atuar de forma mais eficiente.

Quanto mais autoestima mais ação

 

É sempre possível melhorar a autoestima. Claro que mudar não é fácil, mas não adianta esperar que o mundo se transforme para isso acontecer. Cada um é responsável por aquilo que acredita e faz.

Ao desenvolver a boa autoestima, é possível buscar objetivos realistas, reduzir a ilusão e se decepcionar menos.

Embora, a autoestima o faça se sentir bem, algum dia você falhará, também sentirá medo e insegurança.  Certas coisas da vida não mudam ao se ter autoestima, mas sua resiliência se torna mais forte para lidar com os percalços.

Apenas viva

 

A felicidade é a aceitação corajosa da vida.

 

Erich Fromm. 

Não fuja dos problemas nunca mais

 

Identifique suas qualidades e reconheça suas limitações. Há coisas que podemos tentar mudar, mas há outras que simplesmente precisamos aprender a aceitar como são.

Se você sente um desconforto internamente, não importa o que seja, não ignore, não fuja, não se acostume com isso. Procure se colocar numa posição melhorada.

Seja amoroso com sua vida

Se você é aquele tipo de pessoa que faz de tudo para os outros, pare um pouco, e faça também para si mesmo. Seja amoroso e respeitoso com a sua vida.

Martin Buber (filósofo) já dizia: " O amor é justo".  Então, se ame de verdade e seja justo.

Se você se respeitar, os outros não terão outra alternativa - a não ser fazer o mesmo.

Desenvolva o seu auto suporte e se supere sempre em conquistas

Auto suporte é aquilo que te sustenta e te ajuda a se levantar após uma queda, também que te oferece forças para ir atrás das metas.

 

Com o auto suporte bom - automaticamente você tem autoestima.

 

Quando se tem autoestima não existe a necessidade de ser legal toda hora. E, o mais incrível é que as pessoas ainda assim, continuam a gostar de você. Isto é, as pessoas verdadeiras continuam a te amar, já as interesseiras é bem provável que se afastem, mas você não precisa delas. Construa vínculos permeados de afeto - esses valem muito mais.

Como você percebe que mudou?

 

 

Agora mesmo, neste momento, você pode estar criando algo novo em você, por meio de buscar informações.

 

Quando a mudança acontece, muitas vezes você não percebe. As pessoas à sua volta, geralmente fazem observações positivas, que é bem diferente daquelas que costumava ouvir.

 

Ao criar autoestima, você acaba se divertindo mais, isso é um bom sinal de que está olhando para as coisas de forma mais leve.

Quando o indivíduo muda, ele passa a aceitar melhor as condições de si mesmo, do outro e da natureza (clima, animais, etc). 

Quando o sujeito melhora sua autoestima, ele também transforma suas relações sociais em: "um humano lidando com outro humano". Isso significa: não precisar mais manipular, mentir, se colocar abaixo das pessoas...

Os outros podem até criticá-lo agora, mas depois que se transformou positivamente, ele não se apega muito ao que pensam à seu respeito. Ele fica mais tranquilo, porque sabe que está agindo de forma correta e justa com ele mesmo e com o outro.

"Agindo mais e sonhando menos", essa pessoa agora com mais autoestima quer ser feliz. O uso da fantasia, pode ter sido o recurso encontrado pelo self, justamente para manter a integridade e o equilíbrio do organismo, num momento em que não poderia ter sido de outra forma. Porém, agora ela tem mais autonomia e atitude para mudar aquilo que é necessário.

Com o passar do tempo, toda pessoa que sonha demais pode desenvolver outros modos eficientes para suprir suas necessidades.

 

Dentro dessa perspectiva, os modos de interrupção de contrato são restauradores, desde que sejam flexíveis e sensíveis à realidade. O problema passa a acontecer, quando ocorrem comportamentos repetitivos e mal adaptados. Havendo dificuldade para sair disso, um psicólogo precisa ser procurado.

"Abrindo os olhos" consentimos que algumas coisas se vão, para que melhores oportunidades surjam!

Maria Cristina Santos Araujo

Psicóloga SP - 06/108.975