PSICOPATA

Como identificar?

Como identificar um psicopata?

 

O que é um psicopata?

 

Você já conheceu alguém extremamente bajulador, simpático demais, mentiroso ao extremo e ainda manipulador? Talvez, possa ter estado perto demais de alguém assim, mas não sabia.

 

Contudo, se nunca encontrou essa pessoa, é bom saber algumas coisas sobre esse perfil. 

Como o psicopata geralmente é? 

 

O indivíduo se considera muito acima das pessoas, enquanto as despreza totalmente.

 

Envolvido por forte egoísmo, é capaz de fazer qualquer coisa para atingir seu objetivo, no qual visa o interesse próprio. 

Esse perfil é facilmente encontrado em filmes, onde é representado por um personagem que não considera os direitos do próximo e viola as regras sociais.

Se trata de alguém que não sente culpa, muito menos remorso. 

Mesmo que seja punido, seu comportamento não é facilmente modificado. 

Geralmente apresenta um discurso muito bem articulado. Envolvente o suficiente para se eximir de qualquer responsabilidade daquilo que faz de errado.

Desprovido de sentimento, essa pessoa explora, ilude, corrompe qualquer um que estiver em seu caminho. Também se coloca no mundo de um jeito arrogante, superficial e sem empatia. 

TRANSTORNO DE ANSIEDADE 

As versões diferentes...

AUTOSSABOTAGEM

 

Conceito e dicas....

TRANSTORNO DE PERSONALIDADE NARCISISTA

 

A fascinação por si mesmo

Comportamentos mais apresentados

na psicopatia

Como identificar um psicopata?

 

Como age quando as coisas não são do seu agrado?

 

Na verdade, quando ele percebe um obstáculo em seu caminho - se torna agressivo - mas suas explosões são pobres de emoções.

 

Após exagerar, age como se nada tivesse acontecido e ainda é capaz de inverter a posição, colocando-se como a vítima da história, enquanto a verdadeira vítima é totalmente prejudicada.

Comportamentos mais comuns na psicopatia:

  • Ausência de emoção;

  • Grande interesse por si próprio;

  • Manipulação excessiva;

  • Não tem empatia;

  • É capaz de desconsiderar de modo geral as necessidades dos outros.

Como identificar um psicopata?

Falta de reciprocidade

Na psicopatia, por melhor pessoa que você seja para ele, certamente não importará. Você será tratada como um objeto.

Na vida do indivíduo, mesmo que alguém tenha um papel de amigo, colega de trabalho, parente, funcionário, ele não olhará para isso.

Ele passará inicialmente uma ideia de que tem grande apreço por você, quando na verdade, o interesse é outro. Ele é desprovido de amor, mas é movido pelo interesse.

Como descobrir se uma pessoa é psicopata?

Como identificar um psicopata?

O indivíduo é capaz de enganar até mesmo profissionais experientes. Por isso, não se culpe tanto se um dia uma pessoa assim passou pela sua vida, e, você não percebeu suas verdadeiras intenções.

É muito difícil desconfiar, porque essa pessoa é extremamente inteligente e observadora.

 

É sempre bom colocar os “pés atrás” quando conhecer alguém que procura ser extremamente agradável.

Se recorde das pessoas que você conhece, elas agem assim com você? 

 

Um sujeito com esse perfil tenta se mostrar melhor do que as pessoas comuns são. Ele consegue falar  docemente, aquilo que você quer ouvir ou necessita naquele momento.

 

Tudo que ele faz, o contexto, o jeito de falar, é porque já te observou e percebeu como te manipular.  Geralmente descobre facilmente seus pontos fracos e exploram. 

Desconfie de tudo que é exagerado e incomum. Fique atento a essas características. 

Por que o psicopata age assim?

Muitas vezes, nós deixamos de infringir as regras sociais porque temos a consciência que nos fala que “é errado praticar o mal ao próximo”, não é verdade?

 

Temos afetos e emoções que norteiam nosso comportamento, coisas que essa pessoa não tem.

Esse sujeito acha que está certo tudo que faz. Ele mesmo não se considera com problema psicológico. 

Dificilmente quem olha para um perfil com tendência psicopata desconfia de quem ele é de verdade.

 

Geralmente esse sujeito se mostra mais honesto do que aquelas pessoas que já conhecemos há anos. Parece ser tanto uma pessoa de bem, que consegue passar confiança logo à primeira vista. Por isso, tome  cuidado com propostas generosas demais. 

 

...e quando você percebe que sua liberdade tem limites, é porque você não tem liberdade alguma!

Mell Barcellos

Você não precisa sair por aí desconfiando de todo mundo que é bondoso, mas é importante não se colocar em risco. Na dúvida sobre qualquer coisa é melhor "não fazer".

"Abrindo os olhos" não nos colocamos nas mãos de outra pessoa! 

Maria Cristina Santos Araujo
Psicólogo em São Paulo - 06/108.975