MOTIVAÇÃO

Por que a motivação é importante?

A teoria de Abraham Maslow

 

O que é motivação?

 

A motivação é uma força contida dentro de cada pessoa, onde sua ação é espontânea.

 

A motivação é conhecida pela presença do entusiasmo, energia e satisfação. 

 

Pessoas motivadas são aquelas que mesmo escutando alguém dizer que “não dará certo” alguma coisa, ainda assim, elas persistem porque acreditam.

Por outro lado, ter motivação não significa ausência de sabedoria. Ela não é propulsora para fazer alguém agir com ironia, tornando obscura a realidade.

 

Sendo assim, cada um deve discernir entre o momento certo de parar ou de seguir em frente. 

 

A importância da motivação

 

Qual o valor de um tesouro no fundo do mar? Nenhum, se não for percebido. O mesmo ocorre quando uma pessoa capaz não usa o próprio talento por estar desmotivada.

 

A motivação é o que todo mundo precisa para viver bem e para realizar seus sonhos. 

 

Sem motivação é preciso mais esforço para realizar as coisas, se tornando tudo mais trabalhoso.

Nesse artigo será abordado uma das mais importantes teorias sobre a motivação, no qual se refere a elaboração de Abraham Maslow.

AMOR NÃO CORRESPONDIDO

 

Amar e não ser amado

DEPRESSÃO

 

Como vencer?

BAIXA AUTOESTIMA - Influência no dinheiro que você ganha

Os gatilhos da mente...

Quem foi Abraham Maslow?

Ele viveu entre 1.880 à 1.970, e foi alguém além de seu tempo, que esteve plenamente focado dentro das questões existenciais.

Maslow percebeu que as necessidades do ser humano seguem uma hierarquia, e com isso produziu sua importante teoria.

 

Expoente da Psicologia Humanista, Maslow foi um pesquisador e entendedor das profundezas psique  humana. O  que ele descobriu pode até hoje influenciar o entendimento sobre a personalidade.

A teoria de Maslow

"Se você planeja ser qualquer coisa menos do que aquilo que você é capaz, provavelmente você será infeliz todos os dias da sua vida."

Abraham Maslow

 

Primeiro caso

 

Para clarear a teoria de Abraham Maslow será apresentado dois casos.

 

Segundo Maslow, um indivíduo age conforme uma hierarquia de necessidades, priorizando aquela que for superior.

 

Nessa situação, algumas pessoas são motivadas para agir em prol da escassez (necessidades básicas), cuja deficiência provoca desequilíbrio no organismo. Para entender isso melhor, Maslow separou em categorias as necessidades do ser humano.

As categorias de necessidades podem ser representadas por uma pirâmide. A hierarquia começa de baixo para cima. Contendo assim, no alicerce, as necessidades mais básicas, aquelas que correspondem a sobrevivência.  

Para Maslow a satisfação de uma necessidade faz surgir outra, mudando de patamar, assim que o grau anterior da pirâmide tiver sido concluído.

O ajustamento de uma pessoa poderá ser saudável, caso ela consiga expressar suas necessidades. Como também, poderá ser disfuncional, em situação oposta. 

Veja aqui a pirâmide de Maslow

Segurança

Social

Estima

Realização Pessoal

Crescimento pessoal e conquista

Autoestima, reconhecimento, status

Amor, família, amigos

Empregabilidade, moradia, saúde

Fisiológica

Fome, descanso, homeostase

 

 

Segundo caso

Numa situação em que as necessidades básicas estariam supridas, o indivíduo se interessaria pelo ambiente e pelo crescimento próprio: assertividade, altruísmo, felicidade, transcendência...

 

Nesse segundo caso, a motivação para fazer as coisas, seria de uma forma mais plena e significativa para o sujeito. Maslow chama essas pessoas de auto atualizadoras, pois são flexíveis e cheias de auto suporte.

 

Com essa característica, o sujeito viveria de maneira a alcançar melhores resultados, pois estaria fundamentado no aproveitamento de sua capacidade e discernimento. Tornando-se mais presente no "aqui  e agora", se o sujeito adquire maior consciência do mundo interno e externo. 

Quem são as pessoas auto atualizadoras?

São pessoas que fazem aquilo que é necessário para sua própria vida.

É aquele sujeito que tem muita coragem para ser ele mesmo. Trata-se de alguém mais realizador do que sonhador, sem deixar de perder sua humanidade.

Dentro dessa condição, o contato que ele faz consigo mesmo e com o mundo se torna bem saudável. Sua ação segue o curso do desenvolvimento.

 

Podemos perceber isso naquelas pessoas que conhecem suas potencialidades e exploram ao máximo: inovadoras, analistas, sensíveis e criativas. 

O que é necessário para mudar uma pessoa, é mudar sua consciência de si mesma.

Abraham Maslow

Como é o comportamento de pessoas motivadas?

 

Alguns comportamentos são marcantes nas pessoas motivadas:

  • ​Contato eficiente com o momento presente;

  • Comportamento flexível e criativo diante das situações;

  • Apreço por si mesmo e pelo ambiente;

  • Assertividade emocional e comportamental;

  • Atuação verdadeira e natural;​​

  • Força de realização...

É possível escolher se tornar motivado?

 

Quando alguém acredita que certas atitudes poderão levar a um resultado positivo, são acionados sistemas internos motivadores. Assim, todos temos em certo grau a possibilidade para se motivar ou desmotivar.

      

Porém, por se tratar de conteúdo psíquico, muitas vezes, a própria pessoa não tem domínio do processo motivacional interno.

 

Existem elementos muito importantes que gera o comportamento motivacional, estão presentes no ambiente, na personalidade e no auto suporte da pessoa, muitas vezes, acessá-los não é tarefa fácil.

Atitudes que favorecem a motivação interna

 

Faça um diálogo sincero com você

  • Quem é você hoje?

 

  • Quais são seus desejos?

 

  • O que te deixa feliz?

 

  • Em que situações se sente bem com você?

 

  • O que mais gosta em sua vida?

 

  • Em que momento deixa de pensar positivamente? Busque suas respostas.

Podemos recuar em direção à segurança, ou avançar em direção ao crescimento. A opção pelo crescimento tem que ser feita repetidas vezes. 

Abraham Maslow

Como ter mais motivação?

Se esforce pelas coisas que são verdadeiras para você.

 

Tenha objetivos alcançáveis. 

Perceba quais são suas necessidades.

 

Fique presente com tudo aquilo que está sentindo. Procure se perceber, faça o mesmo no ambiente em que está, por meio dos recursos perceptivos emocionais. O intuito é que você consiga se organizar psicologicamente, a fim de aproveitar todos os seus aspectos, e a partir disto possa se desenvolver ainda mais.

Mesmo que pareçam básicos esses pontos, percebo em situações de consultório, que muitos passam despercebidos por suas próprias necessidades. Quando eu pergunto: "O que você mais quer?" Muitos não sabem o que responder. Assim, se isso também acontece com você, eu também lhe pergunto: "Como alcançar a felicidade, se você não saber do que precisa?"


Se perceber dentro de você uma grande insatisfação, procure uma ajuda profissional. Principalmente se sua vida anda sem motivação. Não tome nenhuma atitude que possa te prejudicar, não haja por impulso, se dê a oportunidade de mudar isso. 

"Abrindo os olhos" observamos que viver não é algo que pode ser adiado!

 

Maria Cristina Santos Araujo
Psicóloga SP - 06/108.975